Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

Volta à arena

Grupo de Évora-volta0003.jpg                                                                                                                                             

Volta reconhecimento

Palmas d’um momento

Que premeia o valor

Saber, mestria e coragem

Caracteriza a forcadagem

Juventude com pundonor

 

Se a médios for chamado

Para mais aplauso dado

Depois da volta cedida

Sinal que esteve bem

Ao forcado como convém

A pega assim distinguida

 

Todo o grupo ovacionado

Acompanhando o forcado

Em volta muito especial

Poucas vezes acontecido

Um prémio assim merecido

Recompensa natural

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

 

- - -

Na fotografia:

Ricardo Rhodes Sérgio – cabo dos Amadores de Santarém – convidado a dar a volta a arena com oa Amadores de Évora, depois da pega de Joaquim Serrão Fialho, no Concurso de Ganadarias de Évora em 16 de Maio de 1965.

Talvez

Futuro toureiro.png                                                                                                                                                                                                                 

Se o menino quer tourear

Com gosto e a gostar

Se tem estilo toureiro

No campo manifesta

Que esta é sua Festa

Querendo ser o primeiro

 

Se dominar o capote

Sem medo de um virote

De cornada da vaca

Pegar nas bandarilhas

Em vez das quadrilhas

Sem dar parte fraca          

 

Se depois se arrima

Com a muleta afirma

Ser toureiro sério

Num passe natural

Mantendo o ritual

Envolto em mistério

 

Talvez venha a ser figura

Sem medo ou amargura

Um dia surpreender

Vestir-se de lidador

Trajando bem a rigor

Com desejo de vencer

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

- - -

Na fotografia:  Marcos Fraile, de 8 anos, na ganadaria de El Pilar.

Sem confusões

Cortesias-Campo Pequeno..jpg                                                                                                                                      

Quando uma frase é poesia

Um borrão uma pintura

Pedra cortada escultura

Quase uma antipatia

 

Da evolução das artes

Em grande profanação

Sem grande condenação

Erguidas em estandartes

 

Estão outros nas arenas

Artistas taurinos decentes 

Cavaleiros surpreendentes

Em tardes de toiros plenas

 

Forcados arriscam a vida

Em destras pegas de caras

Hábeis cernelhas raras

Na Arte das Artes sentida

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

 

Toque de cornetim

José Henriques.jpg                                                                                                                                            

Na praça um frenesim

Ao toque do cornetim

Na porta da verdade

Adornos como magias      

P’ra começo das cortesias

Com grande solenidade

 

Agora entram os forcados

Palmas de todos os lados

Mais antigos à direita

Depois os bandarilheiros

Seguem-se os cavaleiros

Em cadência perfeita

 

Henriques toca p’rà saída

Do primeiro da corrida

Ovação na bancada

Na arena o cavaleiro

Para lidar o primeiro

Em praça engalanada                 

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024        

- - -

Na fotografia o cornetim José Henriques

Morante em Fátima

Morante em Fátima.jpg                                                                                                                                                                                       

Em Fátima a procissão

Nos ombros o andor

Uma questão de fervor

Dos pecados remissão

 

Muito grato pelo alento

D’uma vida tão ditosa

De senda venturosa

Nas arenas o talento

 

A fé que ultrapassa

Êxitos clamorosos

Triunfos garbosos

De profunda graça

 

Orações rezadas

Na Cova da Iria

A Santa Maria

Preces devotadas

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

- - -

“Morante de la Puebla participó este martes en el Rosario de Antorchas que se celebra todos los días 12 de cada mes después del rezo en el Santuario de Fátima, Portugal. Vestido como manda la peregrinación, el torero sevillano se mostró como uno más en esta tradición que tiene lugar la noche del 12 al 13 de cada mes en conmemoración de la primera aparición de la virgen ante los niños. De Semana Santa a finales de octubre esta procesión tiene lugar todos los días. Es en los meses de mayo a octubre cuando esta celebración reúne a mayor número de peregrinos.”

Semanário “Aplausos”

13 de Fevereiro de 2024

Heranças

Peão de brega.jpg           

O que passa em gerações

Nas gentes de Portugal

De um povo ancestral     

Que mantém as tradições   

 

São vocações herdadas

Campinos nas arenas

Recordações serenas

Memórias guardadas

 

Nos toiros a cavalaria

Mais as pegas de caras

Heranças não raras

Para quem as manteria

 

Cavaleiros e forcados

Seguros bandarilheiros

Excelentes toureiros

Ganaderos considerados

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

- - -

Atravessar a arena para levar o primeiro ferro comprido ao cavaleiro é uma imagem só nossa – só da tauromaquia portuguesa – e destaca a figura do peão de brega.

Este detalhe taurino não se deve perder, porque é genuinamente português.

 

                                                               

Os confundidos

Praça México -Fev.2024.jpeg                                                                                                                                                                                             

Se estão milhares de pessoas

Na México com corridas boas

A maior praça do mundo

Por que anda gente enganada

Aos gritos tão indignada

Num lamento furibundo?

 

Terão pena dos toureiros

A pé ou dos cavaleiros?

Porque andam angustiados

Nos arredores daquela praça

Apregoando a desgraça

Parecendo atormentados?

 

Lá dentro os toureiros

Matadores e bandarilheiros

Quando a Praça reabriu

Com aficionados serenos

De seus direitos plenos

Como sempre se viu

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

 

- - -

A Praça México esteve temporariamente impedida de realizar corridas de toiros, mas reabriu em 28 de Janeiro de 2024, com uma enchente de cerca de 50.000 espectadores e alguma contestação nas imediações da Praça provocada por exaltados animalistas anti-taurinos, que se portaram muito mal a querer agredir quem tinha comprado o bilhete para assistir ao espectáculo.

Prevaleceu o direito à liberdade!

                      

 

Espanhola toureira mais importante

Tertúlia 5.02.2024.jpg                                                                 

É verdade, a toureira espanhola mais importante esteve em Évora, no jantar de Fevereiro de 2024 – na Pousada dos Loios – no jantar mensal da Tertúlia Tauromáquica Eborense: Cristina Sánchez!

E foi um encanto para os aficionados presentes terem tido a oportunidade de ouvir desta Senhora alguns detalhes da sua vida taurina, desde a infância onde se lhe despertou o desejo de ser toureira, a sua trajectória profissional como novilheira e depois matadora de toiros, num ambiente muito masculino, numa profissão exigentíssima e, provavelmente, a mais difícil do mundo.

Hoje, ela e o seu marido – José Alexandre – são os apoderados de um jovem português de Vila Franca, de família de toureiros e que também  deseja ser matador de toiros: Tomás Bastos, que neste jantar transmitiu o seu enorme desejo de vir a ser figura do toureio a pé e que relatou algumas facetas na sua vida.

Foi muito agradável esta noite de tertúlia taurina e com estes convidados, nomeadamente com Cristina Sánches:

Espanhola toureira mais importante / No mundo taurino nome marcante.

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

- - -

Na fotografia:

José Alexandre, Cristina Sánchez, Nico Mexia de Almeida (cuidador da Tertúlia) e Tomás Bastos.

 

Emblema do T.Tauromáquica Eborense.jpg

Armando Soares

Armando-Soares.jpg                                                                                                                                                                            

 

Foi “Morenito do Barreiro”

Na Golegã fez-se toureiro

Em Badajoz sua estreia

Matador mui valoroso

Como poucos poderoso

Cartaz de praça cheia

 

Armando Soares sabedor

Das lides conhecedor

Estilo de cunho taurino

De tabaco e oiro vestido

Em Madrid aparecido

Desafiou o seu destino         

 

 

Do México tem recordações

Onde provocou emoções

Lidando sem receios

Trocou o passado pelo futuro

Como mestre de bom auguro

Ensinou muitos toureiros

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

- - -

Armando Soares (1935 - 2020) natural do Barreiro, desde muito cedo quis ser toureiro, apesar de ser de uma terra e de família sem tradições taurinas.

Começou por ser anunciado como “Morenito do Barreiro” teve, mais tarde, lições da escola da Golegã do mestre Patrício Cecílio.

Teve uma longa carreira de matador de toiros de mais de 30 anos e mais tarde foi professor na escola de toureio da Moita.

O seu traje de tourear, quando se apresentou em Madrid tinha as cores tabaco e oiro.

Autor do livro “Oiro – Tabaco…e Medo”.

Livro de Armando Soares.jpg

 

 

 

 

Recordações

Despedida de Rhodes Sérgio-1969.jpg                                                                 

Em tarde do século passado

Numa corrida que deu brado

Com festa na Monumental

E toiros à portuguesa

Belas pegas com certeza

Colossal triunfo geral

                          

A cavalo Manuel Conde

O povo com palmas responde

Mestre Batista também

Com Luís Miguel e Salgueiro

Qual deles melhor cavaleiro

Na Monumental de Santarém

 

Rhodes Sérgio na despedida

Em tarde não esquecida

Depois da pega de Brilhante

Ficou José Manuel Barreiros

Com forcados verdadeiros 

E Grupo muito confiante    

 

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Fevereiro de 2024

 

- - -

 

Corrida com toiros de José Manuel Andrade que se realizou em Santarém no dia 1 de Junho de 1969, para a despedida do cabo dos Amadores de Santarém Ricardo Rhodes Sérgio.

O forcado Mário Brilhante pegou de caras o quarto toiro e Ricardo Rhodes Sérgio entregou a jaqueta ao novo cabo José Manuel Souto Barreiros.

Actuaram os cavaleiros, Manuel Conde, José Mestre Batista, Luís Miguel da Veiga e Fernando Andrade Salgueiro.         

Realizaram as pegas de caras os seguintes forcados: José Manuel Souto Barreiros, Fernando Mascarenhas Bravo, Tancredo Mascarenhas Pedroso, Mário Brilhante, Vasco Delgado e Manuel Pires de Lima.       

Na fotografia: Ricardo Rhodes Sérgio, José Manuel Souto Barreiros e Mário Brilhante.

Fotógrafo: Manuel de Jesus         

                     

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub