Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

A última de Évora - depois das 5 da tarde

Arena d'Évora - José Maria Menéres-Out.2016.jpg

Mais uma vez a tauromaquia ao lado dos que mais precisam, com a Corrida de encerramento da temporada de 2016 na Arena d’Évora em benefício da Associação de Dadores Benévolos de Sangue do Distrito de Évora.

Os toiros de Veiga Teixeira cumpriram com realce para os dois últimos.

Com cerca de três quartos de bilheteira, o público assistiu à actuação de 6 cavaleiros com destaque para o veteraníssimo António Ribeiro Telles que foi o que esteve melhor, com um belo triunfo na lide do primeiro toiro.

Face à dureza dos toiros, o pundonor do Grupo de Forcados Amadores de Évora comandado por António Vaz Freire Alfacinha com belas pegas de caras, tendo ficado na memória de todos a pega duríssima de João Madeira – à terceira tentativa – ao quarto toiro da ordem com 535 Kg. e que foi lidado pelo cavaleiro Brito Paes.

O ganadero, que já tinha triunfado no último Concurso de Ganadarias, foi chamado à arena após a lide do quinto toiro e deu volta de agradecimento com o forcado João Pedro Nunes Oliveira.

Bela Tarde de Toiros à portuguesa para encerramento de época na Arena d’Évora.

Nota baixa para Agostinho Borges que só se apresentou no seu lugar de Director da Corrida vários minutos depois da hora prevista para o início da Corrida.

E esta deveria ter começado às cinco em ponto da tarde!

 

 

Na foto o forcado José Maria Menéres, excelente primeiro-ajuda, que se despediu nessa tarde.

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Partebilhas 03.11.2016 16:48

    Penso que há uns anos era bem pior aqui em Portugal com os começos atrasados de reuniões, espectáculos, etc.
    Nos países subdesenvolvidos é assim. Mas podem melhorar.
    No que diz respeito às corridas de toiros, basta umas visitas a Espanha para se ver o início à hora marcada. Se os senhores directores das corridas pensarem bem, não é assim tão difícil.
    Por cá tem sido assim…mas a culpa também é dos empresários que não se impõem nesse sentido.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D