Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

Uma pega singular

Livro Praças de Santarém.jpg

A pega realizada em 21 de Junho de 1980 por esse grande forcado que se chama Joaquim Pedro Torres – dos Amadores de Santarém – ficou perpetuada na capa deste livro editado pela Santa Casa da Misericórdia em Outubro de 2000 e o autor ainda recorda a ovação extraordinária que todo o público da Monumental Celestino Graça lhe concedeu quando executou com arte e valor essa inesquecível pega de cernelha.

Foi uma pega de cernelha singular. Singular por ser raro só um forcado pegar um toiro; singular por tal nunca antes ter acontecido na Praça Monumental de Santarém; singular por dificilmente voltar a acontecer.

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Santa Casa da Misericordia.png

 

 

 

Santarém ressuscitada

Cartaz Santarém - 2019.jpg

2018 terá sido o “annus horribilis” da Praça de Santarém, o ano em que a Monumental se manteve encerrada, triste, desprezada, voltada para o encerramento, isto numa cidade que tem muitos e bons aficionados e o grupo de forcados amador mais antigo e um dos mais prestigiados do mundo.

Eis se não quando, em 2019 e quase como por artes mágicas, surge a “Praça Maior - Cultura e Identidade”, gente que sabe o que quer fazer, renova a Praça, dá-lhe estatuto, cria os abonos, programa a época…e aí está a Praça de Santarém, a maior de Portugal a desempenhar as funções para que foi criada: as corridas de toiros.

Santarém reabriu e bem, com cerca de 9.000 espectadores. Lindo de se ver.

De tal forma, que até os animalistas apareceram a Santarém, habituados a gritar nas imediações do Campo Pequeno, desta vez combinaram-se e em excursão vieram até ao Ribatejo apanhar os ares do planalto de Santarém. Que bem que el@s gritavam, esganiçad@s, agarrad@s aos megafones de tal maneira que, não sendo, pareciam ser mais de uns vinte, tal o barulho que fazeram, contentes a ver passar os aficionados. Uma ternura de menin@s, tod@s bem ensaiad@s, gritaram, gritaram e lá regressaram a Lisboa felizes e ainda a tempo de passearem os cãezinhos lá naquelas avenidas.

Quanto à corrida, saíram os espectadores satisfeitos por verem a Praça ressuscitada e agradados com a arte de João Moura e António Ribeiro Telles, as lides brilhantes de Francisco Palha e a habitual valentia dos Forcados, os Amadores de Santarém e os Amadores de Vila Franca.

Dos toiros que foram lidados, encastados e cumprindo bem nos cavalos e nas pegas, salientaram-se o 5º e o 6º da ordem.

Atenção a este Francisco Palha que volta em 16 de Junho à Celestino Graça. Atenção!

Quanto ao Cartaz que se deve mandar emoldurar por anunciar a data de 17 de Março, a adicionar ao historial taurino de Santarém, tem um lapso: não consta o ano, que terá que ser acrescentado a tinta e à mão para mais tarde se recordar: 2019.

Olé Praça Maior!

---

Na foto a valorosa tentativa e Fernando Montoya dos Amadores de Santarém. Uma tentativa que teria merecido melhor sorte, porque o forcado esteve muito bem no cite – parando, mandando e templando – e fechando-se com valentia na cara do toiro.

Fernando Montoya.JPG

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D