Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

A notícia da Corrida em Coruche

J.Moura Jr. 6.07.2019.jpg

Raramente os jornais portugueses inserem notícias relacionadas com a tauromaquia seguindo as recomendações dos animalistas, anti-taurinos, que sendo em minoria – como se pode verificar no número de votos no PAN – não deixam de intimidar as redacções dos órgãos de informação.

Assim, hoje verificámos a notícia do “Jornal i “ que só aparece com uma informação taurina porque houve colhidas na Praça de Toiros de Coruche na corrida de toiros que se realizou na noite de 6 de Julho de 2019, não obstante fazer referência também a uma análise comparativa do número de espectadores de 2011 a 2018 e a tendência comprovada de maior afluência nas bilheteiras das Praças.

Rita Pereira de Carvalho, a articulista, anotou e bem a comunicação da “PróToiro” onde se constata que neste ano de 2019 e até ao momento já se realizaram 89 espectáculos tauromáquicos e com 25% de aumento dos espectadores. Informação que não interessa de todo aos animalistas mas que é muito agradável ao governo da República que assim lá vai recebendo os impostos de um espectáculo que se realiza á porta fechada, sem subsídios do Estado, que paga muitas taxas e que é uma atracção turística.

Neste seu artigo, Rita Pereira de Carvalho fazendo referência à corrida em Coruche escreveu:

(…) Os cavaleiros Ana Batista e João Moura, da ganadaria de São Torcado, com ferimentos.”

Desconheço onde nasceram Ana Batista e João Moura Jr. mas em São Torcato não foi certamente.

“Quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão?” – como diz e bem a antiga expressão proverbial portuguesa.

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Camarada contra camaradas

Pedro Gonçalves-farol.png

Quem chamou a Manuel Alegre, a Miguel Sousa Tavares e a alguns parlamentares de “forcados da política” por defenderem a Tauromaquia e não concordarem com a senhora Graça Fonseca na questão do IVA, foi Alfredo Barroso num artigo de opinião intitulado “Viagem ao fundo da liberdade de tourear” inserido no “jornal i” de 19 de Novembro de 2018.

O articulista, demonstrando que não entende nada de corridas de toiros resolveu opinar, atirando para todos os lados, caluniando quem não pensa como ele, escrevinhando que “o touro é torturado até sangrar retirando-lhe a energia bastante para que os forcados o peguem de caras sem grande perigo”.

Com um chorrilho de asneiras deste tipo, Alfredo Barroso resolveu também ultrapassar a fronteira e adiantar as suas ideias sobre a corrida ao uso de Espanha argumentando que lá abrevia-se o sofrimento na arena e “se o bicho não morre logo, espetam-lhe um punhal na cabeça e é um descanso”.

Que triste quando as pessoas resolvem debitar opiniões sobre assuntos que desconhecem.

Provavelmente descontente e angustiado com as opiniões daqueles que sendo socialistas não concordam com as concepções anti-taurinas do senhor António Costa e da senhora Graça, Alfredo Barroso esbraceja no final do artigo com requintes de malvadez contra o seu camarada Carlos César.

O que faz escrever alguém contra os seus camaradas de Partido e que se julga politicamente correcto, admitindo na sua reduzida compreensão tauromáquica que “a tourada é um espectáculo bárbaro e cruel, em que o animal indefeso é alvo de tortura contínua para gáudio do público”?

Será que os seus partidários e descontentes com as atitudes da senhora Graça a quem Barroso chama de marialvas, o levam a sério?

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D