Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

A vergonha do Aumento do IVA nas touradas

João Patinhas-Vila Viçosa 8.9.1063.png

 

Hoje em Portugal e nalguns pontos da União Europeia há quem pense que pode mandar nas vidas, tradições e culturas dos povos, onde a diversidade deveria ser respeitada. Quem são e por quem são constituídos os tais movimentos anti-taurinos e animalistas?

Quantos são os que não querem que se realizem touradas? Quem lhes paga? A quem interessa que sejam destruídas as ganadarias bravas?

Os aficionados terão que se movimentar no sentido que seja criado um Observatório Tauromáquico que estude, analise e dê a resposta adequada a estes movimentos de carácter destruidor.

Como é do conhecimento geral, a corrida de toiros contém uma série de valores éticos representados pelo toureio, reconhecido por elevado número de pensadores e artistas, resultando avultadas manifestações artísticas e culturais no domínio da literatura, escultura, pintura, teatro, fotografia e cinema.

A tauromaquia terá que ser defendida! Defendida porque faz parte da cultura popular e inclui, no caso português, as artes de lidar a cavalo e pegar os toiros. Defendida porque faz parte da economia agrária defensora do ecossistema rural, gera muitos postos de trabalho e um espectáculo só possível porque nele é introduzido o toiro de raça brava, combativo, que permite o toureio. Tauromaquia que possibilita um espectáculo à porta fechada com a assistência que paga o ingresso, portanto, os impostos. Os diversos impostos nos quais se destaca o IVA, que agora será aumentado da taxa de 6% para 23% segundo versão preliminar do Orçamento de Estado para 2020 apresentado pelo Governo, com o apoio dos Partidos Políticos conotados contra a tauromaquia como é o caso de parte dos deputados do Partido Socialista, do Bloco de Esquerda e o Partido dos Animais e da Natureza.

Provavelmente este assunto do aumento do IVA para as touradas será debatido na especialidade no Parlamento e certamente haverá um número significativo de deputados que defenderá a taxa mínima para esse espectáculo tutelado pelo Ministério da Cultura, não obstante a respectiva Ministra não o defender.

A palavra “vergonha” tem sido muito utilizada ao longo dos anos na Assembleia da República, nomeadamente pelo seu actual Presidente nos tempos em que era deputado da oposição nas discussões parlamentares e para manifestar alguma indignação. Palavra que se adapta perfeitamente à cedência do Governo face aos Partidos anti-taurinos que têm assento na Assembleia da República – uma vergonha!

Manuel Peralta Godinho e Cunha

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D