Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Partebilhas

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

O conteúdo deste blogue é da responsabilidade de MANUEL PERALTA GODINHO E CUNHA e pode ser reproduzido noutros sítios que não pertençam ao autor porque o importante é a divulgação da tauromaquia.

A pega de cernelha

Emblema do Grupo de Forcados Amadores de Évora.jp

 

Grupo de Forcados Amadores de Évora

1963 – 2018

55 anos

A promover a Arte de Pegar Toiros e a cidade de Évora

 

Armando Raimundo e Carlos Conceição.png

 

Há umas dezenas de anos quando se lidavam em Portugal 8 toiros, quase sempre em corridas mistas, o grupo de forcados pegava 4 toiros e muitas vezes o cabo reservava um para a pega de cernelha. Nem sempre esse toiro era o que apresentava menos condições para a pega de caras, mas porque a cernelha era muito apreciada e solicitada pelo público.

Também os campinos mais habituados a colaborar com os forcados nesta pega e os cabrestos treinados para o efeito.

Depois apareceu, cada vez com mais frequência, a corrida com 6 toiros para a lide a cavalo e dois grupos de forcados, com três toiros para cada grupo. Então a cernelha passou a ser cada vez menos utilizada e hoje há grupos que passam uma época sem a ter praticado, a não ser que algum toiro se mostre incapaz de investir para a pega de caras ou apresente algum problema na configuração da córnea.

Também é verdade que as empresas nem sempre são rigorosas na selecção dos toiros para as suas corridas, não tendo em consideração que os toiros terão que ser pegados.

Aqui está uma foto que documenta esse facto, toiro com corno mais baixo do que o outro (bizco) que foi lidado em Montoito em 7 de Outubro de 1992 e pegado de cernelha por Armando Mendonça Raimundo e Carlos Conceição.

Bela foto do eborense António Cecílio.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D